13 de jun de 2011

O comportamento na era da informação

O comportamento na era da informação

Uma reflexão nesses dias frios de outono...

Estamos na era da informação e também a passos largos na caminhada para uma revolução interpessoal. Talvez algo próximo de uma nova era que surge como parte deste novo comunicar, sem palavra falada, para expressar emoções, intenções e vontades.

Vivemos um período de grandes mudanças que afetam em cultura, economia, entretenimento e principalmente em sociedade. Este novo tempo, em seus vários aspectos, é refletido na quantidade de novas expertises, oportunidades de trabalho, tratamento e processos no envio e recepção de informações no meio digital.

E se há aumento de informação e novas formas de interação é porque há uma busca proporcional por estes dados. E o número de pessoas conectadas cresce proporcionalmente a medida que novos aparelhos com acesso a internet são disponibilizados, aumentando a necessidade de exibi-los nos vários formatos de conexão.

Quando uma pessoa se conecta à internet, quer encontrar, entender e gostar daquilo que esta vendo ou mesmo buscando, portanto a necessidade de organizar e deixar os conteúdos acessíveis a todos é fundamental. E para isto acontecer várias áreas surgem da sinergia de expertises, em busca da melhor forma de exibi-los de acordo com o comportamento daquele que o procura.

E vou mais além neste pequeno histórico do comportamento digital: a convergência de tecnologias não é mais uma “frase de impacto” e sim uma necessidade para absorver e fidelizar estes internautas exigentes. Para nós que lidamos com informação, essa troca é fundamental para a gerência e desenvolvimento de produtos eficientes. O desafio deste cenário é transformar quantidade em qualidade e excesso em aprendizado.

Neste caso só nos resta estudar muito para atender bem esta demanda. Entender o mercado, suas tendências e a psicologia de cada publico e tudo que nos trouxer informações fiéis sobre o comportamento dos consumidores virtuais, com o intuito de criar soluções objetivas e sem esquecer que a solução não será exclusiva para um publico e muitas vezes não irá mostrar um único produto.

Além do obvio - os jovens são os mais conectados, quer seja por um simples comunicador instantâneo ou se tornando embaixadores de marcas e serviços - existem muitas verdades que se consolidaram e precisam ser absorvidas em qualquer projeto, no que diz respeito a comportamento dos internautas:

1 - Antes quem apenas observava como um espectador de TV ou outro meio de comunicação passivo, hoje é visto como um colaborador e o motivo deste movimento é a quantidade de mídias interativas que surgem dentro do universo virtual.

2 - As pessoas geram e espalham conteúdo permitindo a colaboratividade de forma heterogênea. O que vai diferenciar o consumo dessas informações geradas é a influencia destes “disseminadores” em sua rede social (circulo de relacionamentos) e a mídia social (site que gera a rede social. Ex: orkut, facebook, etc.) em que estão espalhando as informações.

3 - Hoje qualquer pessoa de qualquer nível de conhecimento em internet ou mesmo de aparelhos como computadores, celulares, notebooks ou outros, estão convivendo com o virtual através de pessoas ou marcas que gerem valores ou intenções comerciais.

4 - Acima de qualquer ferramenta que esteja sendo exibido e consumido, o conteúdo, hoje, é o principal produto gerado pelos internautas quer seja ele de caráter social, publicitário ou comercial.

5 - Mídias sociais são ferramentas importantes para fomentar as redes sociais que se criam através dos relacionamentos possibilitados por elas. Além de diminuir as distancias entre pessoas de interesse e afetos comuns, também servem como locais onde se pode praticar a livre expressão (tão importante para os jovens em sua formação).

6 - Para estar alinhado com a nova realidade e demanda de mercado virtual, as empresas tem que lidar com grande volume de informação, monitorar o comportamento dos seus públicos e a partir disto criar produtos on line que estejam cada vez mais próximos aos desejos destes que a cada dia que passa, estão ficando cada vez mais personalizados.

7 - Para os meios de comunicação funcionarem de forma eficiente nesta era de informação é importante que haja uma troca entre eles.

8 - A medida que as pessoas se adaptam a novas mídias elas começam a consumir simultaneamente várias delas como complemento a uma determinada noticia ou novidade.

E as mudanças são muitas e não se limitam apenas a informação mas também ao consumo das mesmas e por isto, é muito importante acompanhar através de bons meios de comunicação conteúdos sobre tecnologia e comportamento digital, feito por quem está respirando os bytes desta evolução.
Mais informações
Página inicial